lft-logo

Falecimento do Prof. Alessandro Rodrigues Rocha (iiLer)

26/01/2019

Nota da Vice-reitoria de Desenvolvimento

Informamos com muita tristeza e pesar que o Diretor do ILER, Alessandro Rocha, faleceu hoje em decorrência de grave acidente de carro. Em nome da Vice-reitoria de Desenvolvimento, externamos nosso pesar aos colegas de trabalho e aos seus familiares.

Prof. Sergio Bruni, Vice-Reitor de Desenvolvimento

Nota da Reitoria

A Reitoria comunica com pesar a morte do Prof. Alessandro Rocha, coordenador do iiLer da PUC-Rio. Peçamos a Jesus Cristo que o acolha na pátria definitiva e eterna, pois além de acadêmico, Alessandro foi um divulgador e pregador da Palavra de Deus. Nossas orações e solidariedade também com seus familiares.

Padre Josafá Carlos de Siqueira S.J., Reitor

Nota da Vice-reitoria Acadêmica

Em nome da Vice-Reitoria para Assuntos Acadêmicos, venho manifestar sinceros sentimentos pelo falecimento do Prof. Alessandro Rocha, coordenador do iiLER, e prestar solidariedade aos amigos e familiares.

Prof. José Ricardo Bergmann, Vice-Reitor para Assuntos Acadêmicos

Nota da Vice-reitoria Administrativa

A Vice-Reitoria Administrativa vem manifestar o mais profundo pesar pelo falecimento do Prof. Alessandro Rocha, coordenador do iiLER da PUC-Rio, e expressar nossa solidariedade à família e aos amigos.

Prof. Luiz Carlos Scavarda do Carmo, Vice-reitor Administrativo

Nota do Decanato do Centro de Teologia e Ciências Humanas

Lamentamos profundamente o falecimento da pesquisadora de pós-doutoramento do Departamento de Letras, Lara Nogueira da Silva Leal, e do Prof. Alessandro Rocha, Coordenador do iiLER da PUC-Rio. Em nome do Decanato do CTCH, expressamos nossa solidariedade à família e aos amigos.

Prof. Júlio Cesar Valladão Diniz, Decano do CTCH

Nota do Departamento de História

O Departamento de História manifesta seu pesar pelo falecimento do Prof. Alessandro Rocha, Coordenador do iiLER da PUC-Rio, e expressa nossa solidariedade à família e aos amigos.

Profa. Maria Elisa Noronha de Sá, Diretora do Departamento de História da PUC-Rio

Mensagem do Prof. Gustavo Sénèchal (JUR)

É uma enorme perda. Meu abraço de conforto à família.

Mensagem da Profa. Carolina Moulin (IRI)

Recebemos essa notícia com enorme pesar e consternação. Em nome dos colegas da Cátedra Sergio Vieira de Mello para Refugiados da PUC-Rio e ACNUR, envio nosso abraço fraterno aos familiares de Alessandro e amigos do iiLER pela perda trágica e precoce.

Alessandro foi grande parceiro, nos apoiando junto aos colegas do iiLER, dentre outras coisas, com doações de livros infantis que levamos aos abrigos para venezuelanos em Roraima em 2018. Seu espírito e solidariedade perdurarão no trabalho daqueles que, como nós, tiveram o privilégio de conviver e aprender com ele.

Notícia no jornal Tribuna de Petrópolis, 27/01/2019:

Morre, aos 45 anos, o teólogo e professor petropolitano Alessandro Rocha

Um dos maiores teólogos protestantes do Brasil, o petropolitano Alessandro Rodrigues  Rocha, de 45 anos, morreu na tarde deste sábado (26). Ele sofreu um acidente de carro na BR-356, na altura da Pedra Santa Maria, e não resistiu. Alessandro seguia do Rio de Janeiro para o Espírito Santo, quando o carro que dirigia capotou. A passageira que estava com ele foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao Hospital São Paulo.

Alessandro era teólogo, escritor, poeta e professor. Foi pastor auxiliar da Primeira e da Segunda Igreja Batista de Petrópolis e pastor titular da Igreja Batista de Itaipava, até meados de 2018. Atualmente, dedicava-se ao magistério universitário no Rio de Janeiro e em Vitória, sendo diretor do Instituto Interdisciplinar de Leitura da PUC-Rio e professor da graduação e da pós-graduação da Faculdade Unida.

Nas redes sociais a comoção foi grande. Amigos e alunos de diversas partes do país lamentaram a fatalidade e se solidarizaram com a família: "Lamentável a morte precoce e trágica do teólogo e escritor Alessandro Rocha. Para aqueles que acompanhavam sua produção acadêmica, um prodígio em ascensão".

O atual pastor da Igreja Batista de Itaipava, Márcio Simão, foi aluno e amigo de Alessandro e lembrou com pesar:

"Ele me incentivou sempre a prosseguir questionando a vida, os textos teológicos e sagrados e até Deus, pois me ensinou que fé e dúvida são irmãs na caminhada, que 'uma fé que pode ser perdida, deve ser perdida a fim de que a fé verdadeira possa nascer e crescer'".

Autor de mais de 20 livros, Alessandro dava palestras, participava de seminários e conferências pelo Brasil. Sua formação era extensa: graduação em Teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil (STBSB) e pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora (CES/JF),  graduação em Filosofia pela Universidade Católica de Petrópolis (UCP), especialista em Ciências da Religião pela Universidade Gama Filho (UGF), especialista em Educação pela PUC-Minas, mestrado em Teologia pelo STBSB, mestrado em Humanidades, Culturas e Artes pela UNIGRANRIO, doutorado em Teologia pela PUC-Rio, pós-doutorado em Letras pela PUC-Rio, pós-doutorado em Teologia pela Universidade Católica Portuguesa.

Alessandro deixa uma filha de 14 anos. O sepultamento do teólogo está previsto para acontecer neste domingo (27), às 16h30, no Cemitério Municipal de Petrópolis, no Centro.

Prof. Alessandro Rocha, em entrevista ao PUC Urgente. 12/05/2018. Fotógrafa Fernanda Maia. Acervo Comunicar.
Prof. Alessandro Rocha, em entrevista ao PUC Urgente. 12/05/2018. Fotógrafa Fernanda Maia. Acervo Comunicar.