lft-logo

Exposição Gávea - Território de Diversidades, Morada de Contradições

25/07/2018

Solar Grandjean de Montigny, Campus da PUC-Rio, 25 de julho a 26 de outubro de 2018, de segunda a sábado, de 10 às 17h.

A exposição Gávea - Território de Diversidades, Morada de Contradições é o resultado do trabalho conjunto das equipes do Solar Grandjean de Montigny/Museu Universitário da PUC-Rio e do Instituto Moreira Salles e tem como proposta, por meio de imagens, tomar o bairro da Gávea como um indício da rica e complexa dinâmica social da cidade do Rio de Janeiro.

Fragmento da cidade, o bairro da Gávea é uma amostragem significativa de sua identidade, das memórias que nela convivem e dos projetos implantados no Rio de Janeiro. Sua toponímia e sua paisagem permitem uma arqueologia dos diversos extratos do tempo vivido. Nas encostas e nos terrenos baldios é possível encontrar ainda hoje vestígios de mata e de fauna nativas, de velhos cafezais, de roçados, de pomares e jardins plantados ao longo de séculos. Em suas casas mais antigas há indícios dostempos coloniais. Nos palacetes ainda de pé ecoam luxos imperiais e republicanos. Nas ruinas de indústrias e
no que resta de vilas operárias sobrevive a memória da Gávea Vermelha, assim chamada por ter sido palco de lutas proletárias. No Minhocão, na Rocinha e no Parque da Cidade ainda vivem alguns descendentes dos moradores do Parque Proletário da Gávea. Os edifícios de apartamentos, a Autoestrada Lagoa-Barra, os equipamentos urbanos e tantos outros sinais são testemunhos da expansão urbana, das nossas ousadias e dos nossos medos, das riquezas e misérias da cidade.

Veja aqui a matéria no site do Instituto Moreira Salles sobre a Exposição.

Folder da exposição.
Folder da exposição.