lft-logo

Comemorar 80 anos

30/10/2020

Hoje a PUC-Rio completa 80 anos e o Núcleo de Memória da PUC-Rio quer se unir a cada um de vocês e a todos os que são parte dessa história.

O texto que segue em anexo é uma tentativa de dividir com vocês o que a equipe do Núcleo de Memória pensa, sente e vive neste dia.

Um abraço, mesmo que de longe,

Professora Margarida de Souza Neves

Núcleo de Memória da PUC-Rio

>> Texto Comemorar 80 anos.

 

Textos publicados na mídia sobre os 80 anos da PUC-Rio:

>> PUC-Rio ou como ser jovem aos 80 anos de idade - da profa. Maria Clara Bingemer (TEO), publicado no Jornal do Brasil Online

>> PUC 80 anos: onde os sonhos não envelhecem - do jornalista Thiago Gomide, jornal O Dia

O Jornal da PUC lançou uma edição comemorativa dos 80 anos da PUC-Rio.

Mensagens recebidas de professores e funcionários da PUC-Rio relativas ao texto Comemorar 80 anos:

Depto/
Setor
Nome Data de Envio Mensagem
COM Adair Rocha  30/10/2020 Obrigado e parabéns,  Guida, pela precisão histórica e pelo afeto alegre da troca, da qual tenho o prazer e orgulho de fazer parte,  na PUC-Rio e no Santa Marta,  no convivio com a família Silva e nosso também personagem historico e amigo Agostinho Castejon.
Na PUC, é o convívio de metade da idade da mesma, enquanto professor. Sua descrição e narrativa dão a dimensão do significado acadêmico e político,  na relação com a cidade e a socidade multicêntricas.
Obrigado,  mesmo, professora Margarida! Saudações afetuosas e cuidadosas!
DAU Alder Catunda 30/10/2020 Parabéns à PUC, bastião da democracia e do conhecimento! Sinto-me orgulhoso e honrado de fazer parte dessa história! Longa vida!
EDU Alicia Bonamino 30/10/2020 Guida querida,
Que texto lindo, repleto de beleza, de denúncia e anúncio. Me fez chorar de emoção e de orgulho. Nossa memória afetiva está sempre bem guardada por você, em cada agenda de final de ano, na comemoração dos 70 anos, dos 80 anos e também do amanhã da PUC.
PSI Alvaro de Pinheiro Gouvêa 30/10/2020 A PUC-Rio tem sido um oásis.  Uma universidade que tem sido de importância crítica e sábia nas áreas desérticas de nossa história.
Obrigado Professora Margarida pelo texto e pela iniciativa.
GEO Álvaro Ferreira 30/10/2020 Querida Margarida,
Suas palavras soam como um lindo presente aos nossos ouvidos. Muito obrigado!
CCESP André Lacombe 30/10/2020 Querida Margarida.
Muito obrigado pela mensagem, que de forma sucinta e comovente reflete muito o que é a PUC-Rio.  São muitos os feitos desta casa a serem lembrados e que estarão nas memórias de cada um de nós. É muito bom fazer parte dessa história e pertencer a esta instituição tão maravilhosa. Meus parabéns e agradecimentos a todos.
SER Andreia Clapp Salvador 30/10/2020 Querida Margarida,
Você e suas narrativas continuam mexendo com as minhas emoções e trazendo à tona os meus melhores sentimentos.
CIS Angela Randolpho Paiva 30/10/2020 Querida Guida,
Quando a PUC fez 70 anos, você nos brindou com uma apresentação memorável. Hoje, sem as comemorações presenciais que todos esperávamos, você nos brinda com uma carta que nos emociona e nos dá orgulho de sermos parte dessa história! Obrigada!
JUR Carlos Raymundo Cardoso 30/10/2020 Parabéns à nossa PUC por esses oitenta anos. Como professor de um dos Departamentos de que se originou esta instituição ímpar na Educação brasileira, sinto-me orgulhoso por que, destes oitenta anos, em pelo menos vinte sete, há uma porção, modesta, é bem verdade, de meu esforço.  Mas sobretudo, parabéns a nossa querida Guida, que, como ninguém faria melhor, guarda, preserva e cultua a memória desta Casa de Saber e Humanidade, e que, como sua equipe maravilhosa, soube redirecionar as mais do que merecidas comemorações por esse aniversário octogenário para a nova realidade imposta por um recesso sanitário que nos tirou o direito de ir, vir e conviver, consubstanciado neste texto denso de história e sabedoria que nos oferece no anexo dessa mensagem. Alis graves nil. Empunhemos, pois, as asas que nos ajudarão a continuar a voar na boa direção.
DAD Cláudia Mont'Alvão 30/10/2020 Cara Profa. Margarida, texto bonito e tocante. Agradeço por compartilha-lo conosco!
Estarei online logo mais para ver a live comemorativa.
DAD Cristine Nogueira Nunes 30/10/2020 Lindo de ler, Margarida!
Parabéns à PUC e a todos que fazem parte dessa história!
FIL Danilo Marcondes de Souza Filho 30/10/2020 Querida Guida,
 Vamos nos encontrar on line daqui a pouco, mas você disse tudo que se pode querer falar sobre a PUC! Conviver com você nessa instituição, tê-la como colega e amiga, contar com você nesse instituição é uma das coisas que mais nos gratifica. Um texto emocionante.
JUR Dante Limongi 30/10/2020 Guida, querida amiga, obrigado pelo excelente texto; você e a equipe do Núcleo de Memória têm realizado um trabalho notável e esse texto diz muito, registra muito bem o passado e o presente da nossa PUC, motivo de orgulho de todos nós, alunos, professores e funcionários. 
FIL Edgar Lyra Netto 30/10/2020 Texto formidável, Margarida! Parabéns a todas as pessoas envolvidas nesta nossa história.
COM Felipe Gomberg 30/10/2020 Querida Margarida,
Muito obrigado pelo lindo texto e reflexão sensível que nos brinda nos 80 anos de nossa querida PUC-Rio.
LET Francisca Ferreira de Oliveira 30/10/2020 Profa. Margarida de Souza Neves,
Agradeço pela linda mensagem dos 80 anos da nossa querida PUC-Rio, com certeza a senhora foi inspirada por Na. Sa. da Conceição e pelos anjos Jesuítas. 
JUR Francisco de Guimaraens 30/10/2020 Oi, Guida.
Muito obrigado pela carta. Além de me encher de alegria, seu texto dá forças para seguirmos adiante nas diversas tormentas que se precipitaram neste 2020.
Apesar de longe, pude ouvir suas palavras.
LET Fred Coelho 30/10/2020 Querida Margarida, bom dia, obrigado por dividir conosco o trabalho precioso do Núcleo e marcar uma data tão importante para nossa comunidade profissional e afetiva.
Que a memória prossiga sendo nosso motor para os desafios do presente e as transformações do futuro. 
iiLer Gilda Maria de Almeida Rocha Borges de Carvalho 30/10/2020 Profa Margarida,
Grata pelo envio do belíssimo texto. Creio que renova em todos a pertença à PUC-Rio.
E parabéns para todos nós que fazemos parte dessa história. 
ECO Gustavo Gonzaga 30/10/2020 Querida Margarida,
Lindo o seu texto, muito emocionante. Consegue ser simples e profundo ao mesmo tempo. Nos renova as esperanças, nos deixa orgulhosos do que estamos conseguindo realizar neste ano tão difícil e renova as nossas forças para continuarmos trabalhando arduamente pela PUC que tanto amamos. Com leveza e generosidade. Sempre. Parabéns!
SER Inez Terezinha Stampa 30/10/2020 Querida Margarida,
Obrigada por expressar de forma tão sensível e humanitária o significado dessa comemoração, em momento tão difícil para o país, o mundo e para todos nós.
Belíssimo texto: leveza, consistência... emoção pura!
TEO Ir. Bárbara Bucker  30/10/2020 Obrigada querida Margarida! Com sua carta comemorativa nos motiva a todos a seguir reconhecendo que na PUC e com asas podemos voar em sonhos e realizações que abraçam o saber e o sabor de viver comprometido. Feliz 80 anos querida PUC com todos que a compõem. 
DAD Jackeline Lima Farbiarz 30/10/2020 Querida, queridíssima Margarida,
Aprendi que nos emocionar faz parte da sua história. Agradeço  ter seu olhar sensível cuidando de todos nós por meio de nosso inestimável Núcleo de Memória. Você me ensinou que somos juntos. A PUC compartilha esse ensinamento todos os dias, acredito.
Esperando que os próximos muitos anos sejam inscritos em humanidade, em nome do Departamento de Artes e Design, nosso reconhecimento e gratidão!
IRI João Daniel Almeida 30/10/2020 Que texto maravilhoso professora,
Que alegria ter sido seu aluno e aprendido tanto contigo e relembrar esse talento inspirador e sensibilidade.  Que grande honra poder ser pequena parte dessa belíssima história da PUC. Parabéns à PUC! 
DAD Joaquim Marçal Ferreira de Andrade 30/10/2020 Querida Margarida,
Esta tua mensagem nos oferece lucidez e força para seguir; muito obrigado! Neste momento, estou mais longe da PUC-Rio devido à necessidade de concentrar forças em uma outra trincheira, que é de todos nós.
Daqui, envio os meus entusiásticos parabéns a você, ao Núcleo de Memória da PUC-Rio e a todXs que fizeram e fazem desta Universidade, tudo isto que tanto nos gratifica e nos orgulha. Que venham muitos próximos oitenta!
CCPG Jorge dos Santos 30/10/2020 Querida Profa. Margarida,
Parabéns pela singela e belíssima mensagem em comemoração aos 80 anos da PUC-Rio. Nesse longo e valioso percurso faz parte os anos maravilhosos que convivemos juntos.
Obrigado por tudo...
Abraço fraterno, extensivo ao Grupo de Memória da PUC-Rio.
LET Júlio Diniz 30/10/2020 Guida, querida,
que beleza de texto! Comovente, afetuoso, justo, ético e corajoso. A resiliência, a re-existência e a capacidade de reinvenção marcam com muita força os 80 anos em tempo de pandemia sanitária, política, econômica e moral. Bravo! 
LET Leonardo Bérenger  30/10/2020 Margarida,
Começamos o dia com seu belo texto — obrigado! Que a nossa universidade continue a escrever a sua história de excelência, inclusão e fraternidade por muitas e muitas décadas. Nós, do Instituto Confucius, temos muito orgulho de sermos parte da PUC-Rio! 
DAD Luiz Antonio L. Coelho 30/10/2020 Querida Guida, difícil não se emocionar diante desse seu texto que cobre longas oito décadas em apenas seis páginas, logrando ressaltar significativos aspectos históricos e importantes louros colhidos por esta instituição que amamos. Sim, em apenas seis páginas você nos cobre de afeto e enumera fatos e dados que nos enchem de orgulho. Foi um período difícil aquele do nascedouro da PUC-Rio e também o é em suas bodas de carvalho e nogueira. Não por coincidência, essas espécies que representam a passagem de oitenta anos são das mais resistentes e duradouras da flora conhecida.
DAD Luiza Marcier 30/10/2020 Olá Margarida,
que carta linda! que bênção trabalhar na PUC-Rio. Estou com os olhos marejados. Muitíssimo obrigada por iluminar a nossa sexta-feira com esta bela história e estas palavras precisas e afetuosas. 
CIS M. Sarah da Silva Telles 30/10/2020 Querida Guida,
O texto é magnífico! Muitíssimo obrigada para você, para o Núcleo de Memória e parabéns para todas e todos nós que fazemos parte desta Universidade!
ECO Márcio G. P. GARCIA 30/10/2020 Excelente, professora! Um banho de ânimo nestas horas confusas e sombrias.
Quero participar de outra comemoração do coral lá no Solar!
HIS Marco A. Pamplona 30/10/2020 Querida Guida, 
Que texto belíssimo, amiga. Parabéns! Traduz, sem dúvidas, o que muitos de nós sentimos nessa travessia difícil dos tempos pandêmicos. A virada súbita para as aulas remotas, as novas linguagens midiáticas, tudo aceito em meio ao enorme esforço para seguirmos em frente. E, mesmo que doam as lembranças tristes dos que se foram, e sigamos vendo estupefatos o que acontece ao nosso redor, você nos lembra da esperança. A pequenina Maria Vitória nos faz rir novamente e nos acorda para a força da vida que sempre se renova. Enfim, nos emociona e faz essa linda homenagem ao nosso caro Antonio também. 
Amei ler sua saudação dos 80 anos.
CIS Maria Alice Rezende de Carvalho 30/10/2020 Minha querida Margarida,
Seu texto é claro e lindo. Mas, sobretudo, reflexivo: fala do que a PUC-Rio é capaz de ser e fazer quando todos nos unimos. 
Um grande abraço para você que, sem pretensão a isso, acabou se tornando nossa voz na celebração desta data. 
CIS Maria Celina D'Araujo 30/10/2020 Margarida, texto emocionante num mundo à flor da pele. Parabéns. 
TEO Maria Clara Bingemer 30/10/2020 Que a PUC continue sendo esse espaço de liberdade e criatividade que, juntamente com a excelencia e seriedade do trabalho conjugam peso e asas.  Simone Weil dizia que A Gravidade e a Graça muitas vezes caminham juntas e esse é o caso da PUC-Rio.
Parabéns ao Núcleo de Memória pelo excelente trabalho que vem desenvolvendo, em meu nome e no da Cátedra Carlo Maria Martini. 
HIS Maria Elisa Noronha de Sá 30/10/2020 Guida querida,
Que bela a sua carta sobre os 80 anos de nossa querida PUC-Rio! Sua sensibilidade, inteligência, experiência, personalidade, seu olhar de historiadora, seu compromisso com a universidade e com seu valores humanitários estão presentes nessa sua bela homenagem. Obrigada pelo incrível trabalho do Núcleo e pela sua presença constante e tão importante em nossas vidas.
CCG Maria Rita Passeri Salomão 30/10/2020 Querida Margarida,
Que bom poder compartilhar com você e toda comunidade PUC-Rio os 80 anos da nossa querida Instituição. Parabéns para todos nós! Parabéns para você e sua equipe pelo belo texto em homenagem ao aniversário! Sinta-se abraçada pela equipe da Coordenação de Licenciaturas.
TEO Mario de França Miranda 30/10/2020 Cara Margarida,
Você foi muito feliz em seu texto. Não podia ser melhor. Gostei muito. Parabéns!
DAD Monica Saboia Saddi 30/10/2020 Não poderia deixar de dizer obrigada pelas palavras sensíveis e verdadeiras.
Agradeço por estar com vocês nesse lugar tão especial! Parabéns querida PUC-Rio e todos que a constroem com amor e dedicação.
TEO Pe. Leonardo Agostini 30/10/2020 Estimada e mui querida Profa. Guida.
Bom dia!
Deus seja louvado pelos 80 anos da fundação da PUC e por tudo que vem realizando, em nome da Igreja, a favor de uma sociedade mais justa, fraterna e capacitada para enfrentar os grandes desafios. Cada reitor tem deixado a sua marca e legado. Muito nos orgulhamos pelo belo trabalho e dedicação do Pe. Josafá, em particular nesse momento pandêmico. Parabéns para a PUC e a todo o seu pessoal.
Obrigado, profa. Guida, pelo seu imenso amor à PUC e a todos nós.
JUR Pedro Marcos Nunes Barbosa 30/10/2020 Cara Professora Margarida: seu texto me emocionou. Lindo! Obrigado por desenvolver um labor fantástico e fundamental dialogando história e memória.
JUR Pedro Paulo Cristófaro 30/10/2020 Prezada professora Margarida
Em 30 de outubro de 1940, eu terminava o  jardim de infância e me preparava para ingressar no curso primário. Não tinha conhecimento da existência da PUC e tinha  vaga noção da guerra em que a civilização foi salva pela associação das democracias ocidentais com a União Soviética.
Em março de 1953, quando a PUC  ainda não contava 13 anos, comecei o curso de direito na antiga e acanhada sede da rua São Clemente.  Em julho de 1955 mudamo-nos para o belíssimo campus da Gávea. Formei-me em dezembro de 1957. Em 1954, obtivera  o diploma de língua inglesa, tendo cursado o  último ano  na Faculdade de Filosofia da PUC, autorizado por ter sido aprovado, no Brasil, em prova da Universidade de Cambridge organizada pela Cultura Inglesa. Em julho de 1975, convidado pelo professor Alfredo Lamy, tornei-me professor  do Departamento de Direito da PUC.  Há 45 anos ininterruptos  devo ter ensinado um pouco de direito empresarial (denominação atual do direito comercial) a quase 5000 alunos da PUC.
Neste 30 de outubro  de 2020 preparo a aula virtual da próxima quarta-feira (segunda-feira será feriado).  Preparo-me também para o seminário virtual que os professores de direito empresarial organizam e que se realizará na próxima semana. Aprendi, confesso que com esforço, a manejar o zoom e o moodle. Acho que, não sendo perito, lido razoavelmente bem com essas ferramentas, tão fáceis para os mais jovens.
Dos meus três filhos, dois se formaram em direito na PUC e também ensinam no Departamento de Direito da PUC. Sou premiado com  sete netos. Cinco concluíram curso superior na PUC. Uma estuda Direito e outro foi aprovado no vestibular de Direito e começará o curso em março de 2021, ambos estudantes da  PUC. Se somarmos os meus 50 anos de PUC com o tempo de meus filhos e netos, a família certamente tem mais de 80 anos de vida na PUC.
Tenho a certeza de que uma das escolhas felizes que fiz na vida foi a de ter decidido  forma-me em direito na PUC. Não foi uma escolha óbvia. A alternativa era a Faculdade Nacional de Direito, então consagrada como uma das melhores do país. Muitos outros testemunhos de agradecimento à PUC deverão ser dados.
Cumpro o dever de deixar registrado na memória  da PUC o agradecimento,  meu e de minha família, por tudo o que aqui aprendemos e pelos momentos felizes que vivemos na PUC.

 

Na prezada professora, abraço todos, mestres, alunos, funcionários, que têm o privilégio de fazer parte da PUC.
EDU Pedro Teixeira 30/10/2020 Olá professora Margarida,
Muito obrigado pela mensagem! Ela nos anima nesse momento e nos faz ter orgulho da história da PUC!
Que venham mais 80 anos!
SER Rafael Soares Gonçalves 30/10/2020 Querida Margarida,
Li suas palavras e fiquei muito emocionado. Faz 12 anos que também participo dessa história. Ainda pouco diante dos 80, mas com muito orgulho e reconhecimento por essa instituição. Deixo aqui meu enorme abraço e já estou ansioso para escutá-la hoje à tarde.
FIL Renato Lessa 30/10/2020 Querida Margarida,
Que beleza de texto, motivo de grandes orgulhos e promissoras esperanças. Mantenhamos nossas asas afiadas! 
CCCI Ricardo Borges Alencar 30/10/2020 Cara Margarida,
Muito obrigado por nos brindar com uma carta tão emocionante! Pude me sentir passeando pelos diferentes momentos da nossa história, preenchido de felicidade por fazer parte dela. Que todos nós possamos seguir construindo outras tantas histórias da nossa amada PUC! Feliz Aniversário para a PUC-Rio!
EDU Rosália Duarte 30/10/2020 Guida querida, é muito bonito o texto do Núcleo sobre os 80 anos e foi muito linda também sua fala hoje no programa da TV PUC. Gostei especialmente de você ter dito que o edital de inclusão digital tem a cara que a PUC sempre deve querer ter e de que Antônio é o nosso Juca Pirama! :)
É bom te ouvir! 
JUR Rosângela Lunardelli Cavallazzi 30/10/2020 Cara Professora Margarida,
Agradeco o privilégio de compartilhar estes 80 anos da PUCRio com esta belíssima mensagem do Núcleo de Memória da PUC-Rio.
COM Rose Esquenazi 30/10/2020 Guida, querida, as suas palavras fazem sentido e nos orgulham. Obrigada por comemorar com todos nós esse aniversário de 80 anos da PUC.
Somos corajosos e não temos medo de enfrentar as adversidades, que são muitas em 2020. Que a PUC siga a trajetória de abrir caminhos para mais pessoas que acreditam em tempos melhores. Sem preconceitos que possam nos dividir.
Bravo, Margarida. Bravo, equipe do Comunicar. Vocês nos representam. 
ECO Rui Ronald Caldas Marinho 30/10/2020 Um dia a ser comemorado. Feliz, muito feliz por fazer parte deste linda história.
Parabéns a PUC-Rio. Parabéns ao Centro de Memória da PUC-Rio. Parabéns a todos nós: Direção, docentes, discentes e colaboradores administrativos. Que por muitos anos ainda possamos comemorar.
ECO Sergio Besserman Vianna 30/10/2020 Em nome da professora e amiga Margarida,  parabéns a todos nós. 
Às asas,  nada pesa.
DEQM Sidnei Paciornik 30/10/2020 Veja o comentário da Lu, minha esposa...
Lu Fraga: Que lindo, Sidnei... Acho que minha enxaqueca agora vai passar... Eu precisava chorar.
Este texto lindo, cheio de sentimentos sentidos me ajudou. Muito melhor que uma Neosaldina. 
CIS Sonia Giacomini  30/10/2020 Querida Margarida,
Parabéns a você e a toda a equipe do Núcleo de Memória por essa belíssima carta, uma comovente mensagem de vida e de esperança.
EDU Tania Dauster  30/10/2020 Guida querida, você tem feito um trabalho fantástico de construção da memória desta grande universidade da qual muito me orgulho. Grata, por partilhar conosco tanta história.
PSI Terezinha Feres Carneiro 30/10/2020 Guida, querida!
Muito obrigada por ter nos emocionado com um texto tão lindo neste momento em que, com tanta alegria e tanto orgulho, comemoramos os 80 anos da PUC-Rio, cuja história se mistura com a história de cada um de nós!
LET Alexandre Montaury 31/10/2020 Querida Professora Margarida Neves e Equipe do Núcleo de Memória da PUC-Rio,
Em meu nome pessoal e em nome do Departamento de Letras, felicito pela elaboração e divulgação do comovente texto Comemorar 80 anos. A contextualização histórico-afetiva do momento de criação da nossa Universidade evidencia a singular fisionomia da PUC-Rio. Em contexto atual tão sombrio, o texto lança uma agenda de esperança e de solidariedade inclusiva que nos comoveu profundamente.
Felicitamos ainda pela Live promovida na sexta-feira com a participação de autoridades institucionais, funcionários e alunos da Universidade em um encontro muito enriquecedor para todas e todos nós.
Desta forma, gratas e gratos pela emoção, enviamos os nossos cumprimentos pela bela celebração dos oitenta anos da PUC-Rio.
COM Augusto Sampaio 31/10/2020 Emocionante e absolutamente necessário para continuarmos a focar naquilo que mais sabemos fazer: educar, ainda mais em tempos difíceis... 
CIS Eduardo Raposo 31/10/2020 Parabéns Margarida, pelo texto e pela PUC.
TEO Francilaide de Queiroz Ronsi 31/10/2020 Querida Guida, que mensagem linda para a comemoração dos 80 anos da PUC-Rio. Muito obrigada por seu olhar atento e carregado de generosidade traduzido em palavras.
LET Karl Erik Schollhammer 31/10/2020 Querida Guida,
Ler suas palavras em comemoração à nossa universidade me dá muito orgulho de pertencer a esta comunidade! Neste momento precisamos continuar dando exemplo de resistência e criatividade ao mostrar que o caminho do futuro passa pela educação.
TEO Lucia Pedrosa de Padua  31/10/2020 Querida Profa. Margarida,
que beleza de homenagem. Faz pensar, aquece o coração e anima nosso "voar".
Obrigada ao Núcleo de Memória. Parabéns, PUC!
FIL Luiz Camillo Osorio  31/10/2020 Guida querida,
Como é bacana ter essa memória viva nos abrindo horizontes e nos dando pertencimento.
COM Luiz Carlos Cardoso 31/10/2020 À comunidade PUC-Rio:
Há 43 anos entrei na PUC-Rio para estudar e no mesmo ano me tornei funcionário desta magnifica instituição, como desenhista na extinta gráfica. Hoje há 35 anos de serviço prestado no quadro complementar de professores.
Há vinte anos, nesta mesma data a PUC completava 60 anos e tive a honra de diagramar o folheto (organizado pelo saudoso professor e assessor de imprensa Nelson Dimas) para acompanhamento da missa na Catedral do Rio de Janeiro. Contudo, o que foi escrito pela professora Margarida Neves me emociona muito por fazer parte dessa comunidade desde uma época em que as minorias e pessoas afro-brasileiras raramente ocupavam o papel de aluno e/ou muito menos de professor. Parabéns à PUC-Rio pelo seus 80 anos e meu agradecimento à professora Margarida por suas palavras à nossa PUC.
ECO Luiz Roberto Cunha 31/10/2020 Querida Guida,
Só você, e 'seu' Núcleo de Memória, poderiam ter feito uma homenagem tão bonita a 'nossa' PUC-Rio neste dia em que comemoramos os 80 anos. Além do seu texto, tão emocionante, ainda temos o 'Allis Grave Nil' simbolizado pela Maria Vitória - 'menina-passarinho' - neta do Antônio Albuquerque, o Antônio 'Letras', que era como o chamávamos no início de seu trabalho dedicado e competente no 'moderno' Laboratório de Línguas no primeira andar do Kennedy, nos anos 70...
[...]
Fui ver o site do Núcleo e vi que na galeria das imagens tem minha foto com as 'Asas' (que copiei para guardar...), tirada um pouco antes da quarentena. Excelente sugestão do Núcleo para publicarmos fotos de todos nós com as 'Asas'.
Foi linda, e muito PUC-Rio, a comemoração dos 80 anos ontem.
EDU Maria Apparecida Campos Mamede-Neves 31/10/2020 Querida Margarida, Muitos escrevem...
Muitos escrevem bem, mas muitos mais escrevem mal.
Poucos escrevem bem e bem menos nos tocam o peito.
Alguns, e desses, alguns são capazes de nos emocionar, nos alertar, sem nos deixar perder a esperança.
Você é uma delas, sempre foi. Não há como negar.
Estou na PUC desde 68, ainda como Mestranda, e seu relato me fez sentir tudo o que passamos desde aqueles tempos sombrios. Vimos de tudo, mas a beleza da natureza de nosso campus sempre se opôs às barbaridades que assistíamos. Sempre confiamos.
OItenta anos se passaram desde a sua fundação. Está difícil hoje para mim, com quase 85 anos, continuar "entregando, confiando, recebendo e agradecendo". Parece-me um ano roubado, quem sabe, dois, de minha vida, sem o campus da PUC. Mas suas palavras me devolveram a fé e me fizeram lembrar, nos idos de 70, de um aluno que tive no Departamento de Psicologia, eu substituindo o grande e saudoso mestre Carlos Paes de Barros na Disciplina Psicanálise, que, após uma aula que dei sobre Mecanismos de Defesa, colocou no mural esse papel com um poema que, para mim, é a própria tradução de nossa trajetória. Esse rapaz era o Padre Josmar Braga que tanto influenciou os colegas da época de chumbo: [POESIA]
É um presente que lhe dou pela sua homenagem aos 80 anos da PUC mas que foi um presente para mim, porque me devolveu a esperança.
EDU Maria Inês Galvão Flores Marcondes de Souza 31/10/2020 Querida Guida, parabéns pelo lindo texto que você fêz para todos nós!
Na PUC fui aluna da graduação, fiz mestrado e doutorado. Tornei-me professora,  fui coordenadora de pós e diretora eleita do departamento. Assim como você, acho que estive mais tempo dentro da PUC do que fora dela.
Grande abraço, que possamos comemorar muitos aniversários da PUC juntas!
FIL Oswaldo Chateaubriand 31/10/2020 Bom dia Guida,
Gostei muito de seu texto em comemoração aos 80 (!!!!) anos de nossa querida universidade. Você pôs tudo em seu devido lugar. 
JUR Regina Coeli Lisboa Soares 31/10/2020 Querida Margarida,
já emocionada com os depoimentos do "E agora?", leio a sua carta e algumas respostas de quem também agradece a você e ao Núcleo de Memórias este texto tão bonito, tão delicado, tão contundente. É isso. No mosaico da PUC-Rio estamos todas e todos, e você nos ajuda a juntar cada pedacinho.
DAD Rita Maria de Souza Couto 31/10/2020 Querida Margarida, muita emoção ao ler seu texto sobre nossa casa PUC.
Não existe um dia que eu não agradeça a Deus ter me permitido fazer parte desta comunidade.
Um beijo carinhoso e meus parabéns pela iniciativa.
EDU Cristina Carvalho 01/11/2020 Guida querida, sua carta foi um presente para toda a comunidade PUC, e não é surpresa para quem teve/ tem a alegria de conhecer e conviver com você.
Nos últimos meses tem mesmo sido difícil acreditar que nada é pesado para quem tem asas. Mas você fez com que lembrássemos da nossa história, do que fizemos, do que temos feito...
É isso... inesperadas comemorações dos 80 anos da PUC.
Agradeço em nome no Departamento de Educação e em meu nome.
DAD Denise Portinari 01/11/2020 Queridissima Margarida,
Mesmo quando tudo é pesado, você nos dá asas. Sempre lembro de você muito incisiva, dizendo: quem resgata é bombeiro; memória se constrói. Obrigada a você e a toda a equipe do Núcleo de Memória da PUC-Rio por construir para todos nós esse espaço de transmissão. 
FIS Enio Frota da Silveira 01/11/2020 Bom dia querida Margarida,
É um prazer começar o dia de trabalho em uma octogenária instituiçao com tão rico passado. Prazer esse que é ampliado ao ler seu texto sobre o CV da PUC, soma dos CVs de todos os que por ali passaram ou ainda estão.
Parabéns a você e aos colegas do Núcleo de Memória da PUC-Rio !!!
Vida longa à PUC.
VRAC Ilda Lopes 01/11/2020 Margarida,
Que boa comemoração você oferece pela memória que faz dos oitenta anos da Universidade.
Parabéns a  você, equipe do Núcleo, aqueles (as) que dedicaram suas vidas a PUC-Rio e a todos e todas que se fazem presentes nos dias de hoje.
GEN José Alberto Aranha 01/11/2020 Este primoroso texto, certamente vai fazer parte da história da PUC-Rio. Muito bom mesmo. Parabéns.
FIS Luiz Carlos Scavarda do Carmo 01/11/2020 Cara Margarida,
Como tudo que você faz, essa celebração dos 80 anos da PUC foi perfeita. Nesse momento, sentimo-nos mais orgulhos ainda em pertencer aos quadros da PUC. Pertencimento esse que, em meu caso, cobre 50 anos de carteira assinada. Mais uns aninhos como estudante.
SER Maria Luiza Valente 01/11/2020 Prezada Margarida,
Foi com emoção que li o teu belo texto, pois a PUC não faz parte apenas da minha formação profissional e trajetória acadêmica. Seu campus, onde se respira o saber, faz parte da minha vida, como de grande parte das pessoas que por aqui passam. 
LET Marília Rothier Cardoso 01/11/2020 O Núcleo de Memória, através da palavra de sua diretora, está de parabéns duplamente por apresentar a série de comemorações consequentes, que cada setor da universidade tem apresentado para atravessar bem todas as dificuldades e por se fazer um porta-voz perfeito da comunidade.
Com aplausos e agradecimento.
TEO Pe. Waldecir Gonzaga 01/11/2020 Querida Profa. Margarida,
na festa de Todos os Santos, venho agradecer pela linda festa dos 80 anos de história e serviço de nossa linda PUC-Rio, buscando sempre promover o ser humano em todos os sentidos, iluminada pelo exemplo do Cristo, o mestre do amor a Deus e ao próximo.
A você e aos demais, a nossa gratidão e parabéns.
QUI Isabel Moreira 02/11/2020 Margarida, parabéns pelo belíssimo texto!
Denso quando necessário mas, ao mesmo tempo, de uma sensibilidade única que me tocou profundamente. Apesar de escrito em prosa, como portuguesa e amante da poesia dir-lhe-ia que as tágides atravessaram o oceano para inspirá-la ao escrever essa bela narrativa sobre os 80 anos de vida da PUC.
TEO Maria Clara Bingemer 02/nov Caro Josafá,
caros Margarida, Danilo e Carmem,
escrevo para parabenizar vocês e o Projeto Comunicar pela live E agora? comemorativa dos 80 anos da nossa querida PUC-Rio.  Foi realmente muito bonita e dignamente celebrativa da nossa universidade. A mim tocou especialmente a introdução que Josafá fez falando do Pe. Leonel Franca S.J..  Li algumas coisas escritas por e sobre esse grande homem, que além de um bom filósofo era igualmente um grande espiritual.  E dele me impressionou sempre uma frase que é citada por muitos de seus biógrafos e comentadores: "Com o absoluto não se regateia.  Quem não deu tudo ainda não deu nada."
Esta frase me faz pensar na PUC-Rio, esta universidade que é uma elegante senhora de 80 anos e que nasceu de pessoas que ousavam sonhar e acreditar que nada é impossível àqueles que creem no que sonham e na realização dos sonhos.
Hoje, nestes tempos tão difíceis que vivemos, muito especialmente na academia e no Rio de Janeiro, a PUC-Rio continua voando apesar de todo o peso da realidade que abruma todo o planeta. Com muito sacrifício, com muito esforço, mas as asas batem.  E ela voa.
Sente-se que por trás das asas que fazem com que nada seja pesado está uma força maior, o Absoluto com o qual não se regateia.  Porque Leonel Franca jamais com ele regateou; porque outros depois dele seguiram a mesma trajetória de dedicação total e entrega radical a tudo que representa esta Universidade, estamos aqui. Voando apesar de tudo.
Na sexta feira tive que dar uma live para a Teologia a distancia.  E me esperava igualmente a bela festa de lançamento dos tres primeiros livros da coleção Pesquisas em Teologia, sendo que um - que ganhou o premio CAPES de tese em 2017 - era de um orientando meu. Foi um dia muito cheio e eu optei por não ver a live naquela tarde.
Ontem pude dela desfrutar sossegadamente, saboreando a graça de estar há 52 anos (como aluna e como professora, e como esposa de um professor colaborador e mãe de três ex-alunos) nessa universidade onde se carrega muito peso impulsionado pela leveza das asas do conhecimento e do amor.
Parabéns a nós todos e muito especialmente a toda a nossa comunidade PUC-Rio.
DAU Luiza Novaes 03/11/2020 Querida Margarida,
Adorei o texto comemorativo dos 80 anos da PUC! Obrigada a você e à equipe do Núcleo de Memória! Não consegui estar na live na sexta-feira, mas em pensamento estava com vocês! Parabéns pela iniciativa!
DAD Nilton Gamba Junior 03/11/2020 Margarida, querida, que bom ler seu texto! À distância, com ele, continuo me sentindo acolhido pela sua presença e amizade, como sempre me senti no campus - em nossas conversas ou em nossos projetos. Saudades de todos. Mas especialmente de nossos encontros. Seu texto foi um elixir. 
Núcleo Pedro Fraga Vianna 03/11/2020 Guida!, que saudade!...
Obrigado pela lembrança, pelo carinho e pela inspiração nas palavras
Um beijo e um abraço para todo mundo no Núcleo, que me faz muita falta.  
JUR Adriano Pilatti 04/11/2020 Parabéns, Guida querida e toda a equipe do Núcleo, por essa mensagem tão bela, forte e instigante.
E obrigado por tudo!
DAU Otávio Leonídio 04/11/2020 Guida, querida.
Que alegria imensa receber sua mensagem, que presente.
O que eu posso dizer? Que se minha vida passou a confundir (lá se vão vinte anos) com a história da PUC-Rio, foi também graças a você e tudo que aprendi com você (lembro perfeitamente da minha entrevista de mestrado, de quão receptiva você foi, de como me deu força). Você talvez não imagine quão forte foi e continua sendo sua presença na minha "aventura acadêmica" (iniciada, você talvez se lembre, depois uma primeira “vida” profissional, dedicada exclusivamente à prática de projeto). Só para ter uma ideia, toda vez que eu repasso para meus alunos e alunas o modelo de fichamento que aprendi a fazer com você, digo a eles: até conhecer esse modelo de fichamento, que me foi dado pela Prof. Margarida de Souza Neves, eu achava que sabia "ler". Bem, logo percebi que não sabia. e - por força desse instrumento extraordinário que voce desenvolveu - aprendi. Em suma, dentre as muitas coisas que aprendi com você, está... ter aprendido a "ler"! 
Como dizia Mário de Andrade - ou terah sido Oswald? - o difícil não é saber, é saber saber. E você sempre fez isto: ensinou a saber saber. Não é pouca coisa, né!
E se essa historia é nossa, é tambem da PUC-Rio. De uma PUC-Rio que se reproduz e cresce e se multiplica, e da qual nos orgulhamos muito, e não sem razão.  Muito obrigado por tudo, um beijo muito carinhoso, e vida longa à nossa PUC-Rio.
FIL Paulo Cesar Duque Estrada 04/11/2020 Querida Guida,
Que belíssimo texto! Brilhante, forte e delicado. A você e ao Núcleo de Memória, muito obrigado.
SER Sueli Bulhões 04/11/2020 Querida Margarida,
Muito obrigada pelo belíssimo texto que você e sua equipe nos brindaram!! Só pessoas de grande sensibilidade e sabedoria conseguem, de forma simples, escrever com emoção e coragem o texto que você redigiu!
Obrigada, de coração!
CIV Luiz Fernando Martha 05/11/2020 Querida Margarida,
Demorei para dar um retorno a tudo de bom que aconteceu na semana dos 80 anos da PUC-Rio porque estava preparando um presentinho para o Núcleo de Memória.
Primeiro, quero agradecer por você ter proporcionado a todos um sentimento de pertencimento a uma família. Sim, todos sentimos a PUC-Rio como nossa família e a maneira como você conduziu a comemoração nos fez vivenciar esse sentimento de uma maneira muito profunda. No meu caso, realmente a PUC se confunde com minha família. Meu pai foi da primeira turma de engenharia da PUC, quando ainda funcionava na São Clemente ao lado do Santo Inácio. Depois foi minha mãe. Ela ingressou como bibliotecária na PUC em 1967, antes da DBD se instalar no Kennedy, quando funcionava [num dos espaços hoje] do IAG. Ela participou da montagem da DBD no Kennedy. Eu, ainda com meus 12 ou 13 anos , frequentava as dependências da DBD e conhecia tudo. Os antigos funcionários da biblioteca me conheciam dessa época. Quando ingressei como aluno de engenharia em 1974, muitos funcionários da biblioteca me chamavam pelo meu apelido: Nando. Ao longo dos anos continuamos vivenciando essa sensação de família, e isso ficou patente na comemoração dos 80 anos. Obrigado por ter nos proporcionado esse sentimento em um momento muito delicado do país e da própria PUC.
O presente que quero dar ao Núcleo de Memória são fotos. Muitas fotos. São fotos quase todas da época em que eu fui Coordenador de Planejamento e Avaliação (CCPA) da VRAc - 2005-2006 - e depois Coordenador de Infraestrutura da VRD -2007-2010. Eu propus a criação da Coordenação de Infraestrutura, pois a CCPA acumulava planejamento acadêmico, avaliação e obras.  Isso foi em um período muito rico da PUC, quando o Danilo era Vice-Reitor Acadêmico. A PUC passava por um crescimento muito grande em infraestrutura e a função de Coordenador da CCPA ficou muito pesada, até porque eu como engenheiro civil gostava de tocar obra. Hoje essa coordenação passou para VRAD e o Moisés é o atual coordenador. Eu fotografei quase todas as obras naquela ocasião, e disponibilizei essas fotos na nuvem da Microsoft (One Drive). Peço que você indique uma pessoa do Núcleo de Memória, e me passe o e-mail dessa pessoa, para eu compartilhar a pasta no One Drive com as fotos. A PUC tem um convênio com a Microsoft e nós como professores, funcionários e alunos temos direito a usar muitos terabytes no One Drive. É preciso se registrar no site da Microsoft com o e-mail corporativo da PUC. Seria bom que a pessoa do Núcleo de Memória que você designar para pegar as fotos se registrasse. No site da PUC tem instruções para fazer isso, mas eu posso explicar com mais detalhes.
A primeira obra que eu fiquei à frente, enquanto o Silva Mello ainda era o coordenador da CCPA, foi a construção do andar intermediário entre o quinto e sexto andar do Kennedy para a expansão do Departamento de Comunicação Social. Foi construída uma laje dividindo em dois andares metade do espaço ocupado pelo acervo da DBD. A metade do acervo foi para um depósito externo e depois foi para o Colégio São Marcelo. A construção desse espaço foi ideia do Silva Mello e eu fiquei como responsável. Eu conhecia desde garoto as estantes metálicas onde os livros do acervo da DBD ficam. Minha mãe reclamou muito comigo dessa obra, mas o ganho para a PUC foi muito grande. Imagina conseguir dois andares dentro do coração do Kennedy. Eu documentei com fotos o transporte dos livros, o desmonste das estantes metálicas e a construção da nova laje. Também documentei diariamente a construção do Nucleo Regional de Competência em Petróleo (NRCP) da PUC-Rio, incluindo a construção do edifício garagem em um tempo recorde de 4 meses no verão de 2007-2008. Além de fotos de obras, disponibilizei outras fotos. Tem fotos da visita que minha mãe fez à DBD em agosto de 2015. O Antonio documentou, mas também tem fotos minhas e da minha irmã.  Além disso, tem fotos da cerimônia de entrega do Prêmio Pierre Lucie em 2012, em que eu o Parise fomos homenageados e também o ex-Decano Reinaldo Calixto de Campos, que faleceu no início de 2012. A família dele recebeu o prêmio post-morten. Minha irmã gravou toda a cerimônia de premiação e os vídeos também estão disponíveis.
Enfim, há tempos queria passar essas fotos e vídeos para o Núcleo de Memória. Isso tudo pertence à PUC e vai ser muito interessante para a gerações futuras poder acessar essa documentação.
HIS Marcelo Gantus Jasmin 07/11/2020 Guida querida, parabéns pelo belo texto da comemoração dos 80 anos da PUC. Realmente o que fizemos neste ano foi digno da sua história.

 

Abaixo, algumas mensagens publicadas durante a live realizada no dia 30/10/2020, com a presença do Reitor Pe. Josafá Carlos de Siqueira S,J,, do prof. Danilo Marcondes (REI), do prof. Augusto Sampaio (VRC), do prof. José Ricardo Bergmann (VRAC), do prof. Sérgio Bruni (VRD), do prof. Ricardo Tanscheit (VRAD), de Antônio Albuquerque (Núcleo) entre outros: