O Prof. Luiz Roberto Azevedo Cunha é economista formado pela PUC-Rio e lidera os voos do CCS há muitos anos como Decano do Centro. 13/03/2020.
Margarida de Souza Neves, a quem os alunos e os amigos chamam de Guida, entrou na PUC-Rio como aluna de graduação em História em 1963, e hoje é professora emérita. Coordena o Núcleo de Memória da PUC-Rio. 10/03/2020.
Monica Herz tem uma longa história na PUC-Rio, onde fez a graduação em História, é mestre e doutora em Relações Internacionais, professora do IRI desde 1994 e Vice-Decana do CCS. 13/03/2020.
Cristina Rebello é parceira do Núcleo de Memória desde 2008. São dela e da equipe da SENSE Design&Comunicação os painéis fotográficos comemorativos dos 80 anos e o cuidadoso design das asas, feito com fragmentos de fotografias do acervo. 19/02/2020.
Essa passarinha se chama Vitória e pertence a uma linhagem que tem uma longa história na PUC-Rio. É filha de Bianca Renovato de Albuquerque (VRAD) e neta de Antônio Albuquerque, que há mais de 50 anos fotografa a vida da PUC-Rio. 20/02/2020.
Marco Antonio Vilella Pamplona, é professor do Departamento de História e ex-aluno de graduação da PUC-Rio. Marco tem asas fortes para voar pela PUC-Rio, onde foi por diversas vezes diretor do Departamento de História. 13/03/2020.
Clóvis Gorgônio, pesquisador do Núcleo de Memória da PUC-Rio. 19/02/2020.
O professor Felipe Bastos, pouco depois de defender sua tese de doutorado no Programa de Pós-graduação em Educação da PUC-Rio. 12/03/2020.
Jorge Bastos, pai do professor Felipe Bastos, de braços abertos no painel asas depois de assistir à defesa da tese de doutorado do filho no Programa de Pós-graduação em Educação.
Luzia Bastos acompanhou mais um voo do filho Felipe Bastos ao assistir à defesa da sua tese de doutorado no Programa de Pós-graduação em Educação.
O irmão Rodrigo Bastos, a cunhada Aline de Souza Bastos e o sobrinho Pedro de Souza Bastos após acompanharem a defesa da tese de doutorado do professor Felipe Bastos no Programa de Pós-graduação em Educação.
Esse passarinho se chama Pedro e levanta voo apoiado nos braços da mãe Aline de Souza Bastos. Esteve na PUC-Rio pela primeira vez para acompanhar à defesa da tese de doutorado do tio Felipe Bastos no Programa de Pós-graduação em Educação.
Funcionária Paloma Rodrigues Moreira, da Biblioteca Central, posa em frente ao painel colocado nos pilotis do Edifício da Amizade.
Funcionária Marta Bela Reis, da Biblioteca Central, em frente ao painel Asas colocado nos pilotis do Edifício da Amizade.
A ex-aluna Daphne Schneider Cukierman, recém-doutora em Química pela PUC-Rio, posa em frente às asas localizadas no bosque da Universidade. Ela tornou-se a doutora mais jovem do Brasil em todas as áreas de conhecimento. Março/2021.
O funcionário Carlos Eduardo Amorim Nunes, Bibliotecário Supervisor, da Seção de Desenvolvimento de Coleções e Aquisição da Divisão de Bibliotecas e Documentação, em frente às asas colocadas nos pilotis do Edifício Cardeal Leme.
Munick Tavares Figueiredo Cavalcante, funcionária da Divisão de Bibliotecas e Documentação, nas asas colocadas nos pilotis da Ala Frings.
O funcionário Carlos Alberto Silva Pereira, da Divisão de Bibliotecas e Documentação, posa em frente às asas colocadas nos pilotis do Edifício Cardeal leme.
“1 ano e 7 meses depois… de volta ao trabalho presencial.” O pesquisador do Núcleo de Memória da PUC-RIo, Eduardo Gonçalves, em seu primeiro dia de volta ao campus depois do início da pandemia.
Asas com hashtag e instruções para publicação.